Loading...

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Conheça todas as armas usadas pelos samurais

Aqui no Real World Fatos você já viu todas as armas usadas pelos ninjas e também por agentes secretos, ambas as matérias foram muito bem recebidas, então por que não fazer uma de samurais? Afinal sem os samurais nem existiriam os ninjas.
Samurais eram os soldados da aristocracia do Japão durante o período entre 930 até o ano de 1877 todos eles seguiam um código de honra chamado Bushido. Os samurais tornaram-se a classe dominante do Japão em 1185, com a fundação do primeiro xogunato por Minamoto. Com a restauração Meiji, em 1868, os samurais perderam o poder para o imperador e declinaram rapidamente, sendo perseguidos até o extermínio, que ocorreu após o fim da Rebelião Satsuma, nove anos depois. Suas principais características eram a grande disciplina, lealdade e sua grande habilidade com a katana.
Confira agora todas as armas usadas por esses lendários guerreiros.

Vamos começar com o kabuto, que embora não fosse uma arma era sempre parte da vestimenta samurai. Kabutos eram os capacetes usados pelos guerreiros, normalmente eles eram adornados e serviam para proteger eles de ataques inimigos.

Embora samurais pudessem usar roupas simples, na guerra eles se vestiam com uma armadura, esse tipo de roupagem já era comum no Japão antes do aparecimentos dos samurais, mas foram eles que popularizaram elas na cultura popular. Seu único objetivo era proteger os soldados e não prejudicar os seus movimentos.


Pode parecer estranho mas as estrelas ninjas eram originalmente usadas por samurais, mas com uma pequena diferença, eles normalmente usavam para lutar e os ninjas para distrair. 
As shurikens eram usadas como armas escondidas nas armaduras, elas serviam como facas e também para serem arremessadas. Os alvos mais comuns eram as artérias, mas na hora do desespero qualquer lugar servia.


Conheça o kakute, um pequeno anel com pontas afiadas usados como arma pelos samurais, depois os ninjas roubaram elas e as popularizaram na cultura oriental.
Basicamente ele era um anel pontudo que podia perfurar os olhos, pescoços e qualquer parte sensível do corpo do inimigo.


Uma corrente com um peso nas duas pontas, essa é a Kusari-fundo, os samurais usavam elas em lugares onde carregar espadas era proibido, ela também servia para prender criminosos sem matar ou aleijar eles. 
Embora pareça uma arma pesada ela normalmente pesava cerca de 112 gramas.


O Truncheon era mais uma arma não-letal carregada pelos guerreiros, com uma ponta grossa ele era basicamente o antepassado dos cassetetes que a policia carrega hoje em dia. Mais uma vez ela era usada na hora de prender criminosos ou quando carregar espadas era proibido.


A foice e a corrente era uma arma conjunta mas que podia ser usada separadamente, seu nome é kusarigama, ela era usada da seguinte maneira: primeiro a corrente era jogada na arma ou no braço do inimigo para desarma-lo depois era só matar com a foice.


A corda rápida era uma grande ferramente samurai, ela era apenas um pedaço de corda simples com um gancho na ponta, e servia para amarrar prisioneiros, só que cada prisioneiro (dependendo da classe social e crime cometido) tinha de ser amarrado de um jeito próprio, e os samurais tinham de memorizar todos os tipos.


A sasumata era mais uma ferramente que os samurais usavam para prender bandidos, era sempre perigoso chegar muito perto de um alvo, ainda mais com o surgimento dos ninjas, por isso o jeito era usar essa arma longa para prender braços, pernas e juntas, algumas delas tinham até 2 metros de altura.


Era comum que samurais carregassem espinhos e pequenas facas escondidas na capa de suas espadas, mas os espinhos não eram armas usadas para matar, depois de muito tempo pesquisadores descobriram que eles eram usadas para furar a orelha dos inimigos mortos, assim eles podiam colocar uma etiqueta de identificação, ele também era usada para empurrar a língua do morto de volta para sua boca, se eles não fizessem isso era considerado desrespeito.
Já a faca era uma arma, mas também um meio de comunicação, como todas as facas eram customizadas se um guerreiro precisasse mandar uma mensagem ele mandava a faca junto para provar que a carta era mesmo dele.


Ao contrário dos ninjas que tinham de se esgueirar por aí, samurais podiam andar livremente e para isso eles precisavam de cavalos. 
Os cavalos eram uma parte essencial do equipamento samurai, ainda mais porque a especialidade deles era usar arco e flecha enquanto montados. Cada cavalo tinha sua própria armadura (feita de couro principalmente) para protege-los de ataques inimigos. E graças ao código de honra dos samurais eles tinham de tratar os cavalos com muito cuidado, sem abusar deles em nenhum momento.


A yari é a famosa lança dos samurais, lutar de perto nem sempre era viável por isso usar lanças era comum nas batalhas, principalmente se eles estivessem a cavalo e o inimigo no chão. 
Algumas dessas lanças tinham mais de 3 metros de altura. No século XVI essa arma se tornou a mais popular do arsenal samurai, até mais do que o arco e flecha.

Antes da yari se tornar a mais popular os samurais também usavam a naginata, ela foi originalmente usada ​​pela classe samurai do Japão feudal, assim como pelos ashigaru (soldados de infantaria) e sōhei (monges guerreiros). 
A naginata vinha em duas versões principais, as usadas por homens (ō-naginata) e a usada por mulheres (ko-naginata) que era menor do que a dos homens.


Yumi, esse era o nome do arco e flecha samurai, ao contrário do que todo mundo pensa a principal arma deles não era a katana e sim o arco, um simples pedaço de madeira, uma linha e uma flecha era a arma mais mortal do samurai treinado, eles sabiam atirar enquanto cavalgavam, e se você está achando que esse arco é pequeno está muito enganado, os mais antigos tinham dois metros de altura e precisavam de 20 kg de força para serem puxados.


A daishô era uma das espadas usadas pelos samurais, na verdade ela era duas espadas: uma grande e uma pequena, daí o seu nome que significa "Grande-pequena", no começo eles usavam apenas uma em combate, mas depois eles aprenderam a usar ambas simultaneamente.


A Hata-jirushi eram as bandeira que os samurais carregavam, normalmente elas representavam de qual regimento militar eles faziam parte, ela não era usada como arma, mas sempre fazia parte do equipamento militar e vinham em vários formatos diferentes.

A horagai era uma simples concha, mas ela era importante para os samurais, graças a ponta de metal que eles afixavam na ponta eles usavam elas como trompetes de guerra, cada som significava uma coisa, eles podiam usar ela para indicar quando atacar, recuar, se reagrupar etc, até hoje filmes de samurais usam o som dessa concha na trilha sonora.


A Kabura-ya era outra forma que os samurais encontraram de chamar a atenção, ela era uma flecha especial, seu cabo tinha sulcos e furos que faziam com que ela assobiasse quando atirada, servindo aos samurais como um localizador.
Ela também servia para avisar o inimigo que ele seria atacado (o código de honra não gostava muito de matar de surpresa), para espantar os maus espíritos, pedir ajuda aos bons e para mandar mensagens (amarrando um papel na flecha). hoje em dia elas são vendidas em lojas como amuletos de boa-sorte.


A Kabutowari era uma lamina pequena usada como arma secundária, elas chegavam a até 45cm, o gancho na ponta servia para prender a espada do inimigo, prender as cordas da armadura ou capacete, ou abrir a armadura inimiga como um abridor de latas moderno.


A Kaginawa (kagi = gancho e nawa = corda) era a arma usada pelos samurais para escalar muros e paredes, agarrar inimigos e puxar barcos, ela era usada principalmente na invasão de castelos, e embora ela seja parecida não confunda ela com a corda rápida usada para amarrar prisioneiros. Cada corda podia ter até 4 ganchos.


A kaiken era a adaga samurai, uma pequena faca de 25 cm, ela podia ser afiada de apenas um lado ou dos dois, ela era carregada tanto por homens quanto mulheres, ela era usada para auto-defesa e em lugares onde eles não podiam estar armados. A faca também era usada para cometer suicídio ao cortar o pescoço. Toda esposa de samurai carregava uma.


A kama originalmente era uma ferramenta usada em plantações, não demorou muito e as escolas de artes marciais passaram a usar, logo samurais e ninjas também estavam usando, ela era usada para atacar, prender e desarmar os inimigos. Hoje em dia ela ainda é vendida em lojas de ferramentas japonesas.


A makibishi são pequenos espinhos que eram jogados no chão na esperança que os inimigos pisariam nelas, embora elas fossem originalmente armas samurais ninjas usavam mais elas já que o estilo combinava mais com eles.


O ono era o machado samurai, mais uma ferramenta agrícola que se transformou em arma ele podia ser fatal se usado por alguém experiente


Ōtsuchi era a marreta de guerra asiática, ela tinha 1,80 de altura, mas sua principal função não era matar inimigos, ela era usada para quebrar portas e paredes para que os samurais invadissem o local.


O saihai era uma espécie de cassetete usado apenas pelos comandantes, carregar uma era sinal de sua posição militar, a arma era basicamente um pedaço de madeira com pontas de metal, o pelo normalmente era de iaque, papel, pano ou couro, ele servia para fazer movimentos que alertavam e passavam ordens as tropas.


Antes de virar um samurai você tinha de treinar, e treinar muito, para isso eles usavam a shinai, uma espada de madeira que faz um grande estralo quando acerta um alvo, mas não machuca, assim eles sabiam quando alguém acertava alguém e ninguém saia do dojo com um braço a menos. A bokken era outra espada de madeira, só que mais parecida com a katana.


A tachi era uma espada comumente usada por samurais, ela era mais curvada e maior do que a katana, na verdade ela foi quem inspirou o surgimento das katanas.


A Zanbatô, cujo nome significa "espada corta cavalo" era uma espada longa usada para atacar os soldados montados, seu tamanho permitia matar o cavalo e depois o cavaleiro. Apenas seu cabo tinha 46 cm e a lamina tinha quase 1,15 m.


O tantô era uma faca que começou como arma e terminou como objeto de decoração, com 30cm de comprimento ela era feita para esfaquear os inimigos diretamente. Ela é a vovó das facas táticas usadas por soldados do mundo inteiro.


Os samurais foram uma grande parte da história, grande mesmo, eles ficaram na ativa por 947 anos, quase um milênio, na verdade eles existem até hoje, mas agora eles se chamam de yakuza.
Durante todos esse tempo a tecnologia militar evoluiu muito, e se os samurais não quisessem ficar obsoletos eles tinham de se atualizar, uma dessas evoluções foi a Tanegashima, um tipo de arma de fogo introduzida no Japão pelos Portugueses em 1543. A tanegashima foi utilizada pelos ashigaru, uma classe de samurais. Alguns anos depois da sua introdução, esta nova arma em batalha alterou por completo a forma como a guerra passou a ser feita no Japão.
Essas armas eram mais poderosas que arco e flecha mas comparadas as armas modernas elas não eram muito coisa, para se ter uma idéia no tempo que levava para alguém atirar e recarregar a arma um samurai podia atirar 15 flechas com um arco,e  como o alcance da arma era de 100 metros era comum que a armadura ricocheteasse as balas. 


A Bajō-zutsu foi outra dessas inovações, ela era uma pistola usada pela cavalaria, seu alcance era pequeno e se a umidade estivesse alta a pólvora não disparava.


A Bo-hiya, também chamada de flecha de fogo era uma espécie de flecha lançada com pólvora ao invés de um arco. o problema é que mais uma vez a arma foi roubada dos samurais, não pelos ninjas mas pelos piratas que usavam elas para atacar navios.

A Yoroi-dōshi era chamada de fura-armadura, então você já deve saber pra que ela era usada, ela era uma faca extra grossa de 20 cm feita exclusivamente para atravessar a armadura samurai. A faca era guardada dentro do cinto nas costas ou no lado direito com o punho em direção à frente e à borda para cima. Devido a ser guardada na direita a lâmina era desembainhada usando a mão esquerda.


Samurais viviam por um código de honra, e se eles fossem desonrosos o único jeito de livrar ele e sua família da vergonha era fazendo um ato extremo, cometendo sepukko, ou seja suicídio. 
Normalmente para isso eles usavam a Wakizashi, uma espada de 50 cm usada como secundária durante batalhas, os samurais se sentavam e cortavam o estomago horizontalmente, aí cortavam a garganta ou esfaqueavam o próprio coração. Se ele não conseguisse ir até o fim ele podia ter a ajuda de outra pessoa.
Além da Wakizashi a tantô também podia ser usada no ritual.


Finalmente chegamos na espada mais famosa de todos os tempo a katana, hoje em dia é impossível se falar de samurais e ninjas sem mencionar essa espada.
Embora todos relacionem katanas com samurais, elas não eram a arma principal deles, essas espadas curvadas eram mais usadas em duelos e cerimonias. Seu cabo longo permitia que os samurais segurassem ela com duas mãos, ela tinha cerca de 60 cm e só era afiada de um lado, por isso podia ser usada para matar ou apenas machucar, mas o que realmente chamava a atenção na katana era o seu corte, um dos melhores já vistos, até mesmo historiadores ocidentais se espantavam com ela e a espada foi julgada uma das melhores armas de corte da história militar.

Se você gostou dessa super-matéria histórica visite e curta nossa página no facebook: Real World Fatos, e se tiver sugestões de qual tipo de guerreiros você quer ver as armas deixe um comentário ou mande um e-mail para realworldwolf@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...