quinta-feira, 8 de julho de 2021

Conheça a história dos criminosos mais famosos do mundo #8 - Lázaro Barbosa

Bem vindos a mais uma parte de nossa série sobre criminosos famosos, hoje nós vamos falar de Lázaro Barbosa, um criminoso que pode não ter o mesmo renome internacional dos outros dessa lista mas com certeza entrou para a história do Brasil, nem que seja como um meme no rodapé dela. Mas como sempre por aqui, vamos do começo.

Lázaro Barbosa de Sousa nasceu em Barra do Mendes, um município brasileiro do estado da Bahia, situado a 534 km da sua capital Salvador, em 27 de agosto de 1988. O cara tinha uma vida até normal durante a sua infância, por isso não se tem muitos documentos oficiais dele dessa época, mas seu primeiro encontro com a lei já foi chamativo.
Aos 19 anos Lázaro assassinou a sangue frio dois homens que estavam tentando proteger uma garota que ele perseguia por estar supostamente "apaixonado" por ela. Após o crime o agora assassino rapidamente fugiu mas acabou sendo capturado, ele ficou preso por apenas dez dias antes de fugir do estado. Ele agora (e até o dia de sua morte) passou a ser considerado um foragido na Bahia.
Lázaro porém não ficou quieto por muito tempo e apenas dois anos depois foi recapturado e levado para o Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, desta vez por suspeita de roubo, estupro e posse ilegal de arma.
Como é costume ele acabou fazendo um laudo psicológico na cadeia em 2013, foi aí que a verdade sobre ele veio à tona, no laudo foi dito que ele tinha "ausência de mecanismos de controle, dependência emocional, impulsividade, instabilidade emocional, possibilidade de ruptura do equilíbrio, preocupações sexuais e sentimentos de angústia", em outras palavras, ele era um psicopata padrão.
Mesmo sendo acusado de crimes horrendos Lázaro acabou saindo da cadeia em regime semiaberto em 2014, devido ao seu comportamento exemplar na cadeia, ou seja, ele podia sair de dia mas tinha de voltar a cadeia sozinho á noite. Mesmo assim em 2016 Lázaro se cansou da vida atrás das grades e fugiu da Papuda.
Por quase dois anos, até 2018, ele conseguiu evadir a polícia, o criminoso procurado só foi recapturado em 7 de março de 2018, sendo encaminhado dessa vez para um presídio em Águas Lindas de Goiás. Segundo relatos da Polícia Militar, o criminoso estava na rua próximo a uma padaria, no bairro Águas Bonitas. Ele resistiu à abordagem policial e tentou fugir, mas foi alcançado pela viatura. Como estava sem documentos, foi levado para a delegacia onde foram descobertos os mandados de prisão em aberto por homicídio qualificado, porte ilegal de arma de fogo, roubo e estupro.
Mas para a surpresa de ninguém ele conseguiu escapar novamente, dessa vez fugindo por um buraco no teto em 23 de julho, sendo então mais uma vez um foragido.

Na verdade Lázaro não foi o único a tentar escapar, na ocasião pelo menos cinco presos tentaram fugir, só que Lázaro foi o único a não ser recapturado.
"O agente que se encontrava na guarita percebeu a fuga e efetuou disparos contendo a fuga em massa. Após conferência nominal, verificaram que apenas um preso havia foragido, se tratando da pessoa de Lázaro Barbosa Souza", disse o Boletim de Ocorrência da época.


Após Lázaro fugir do presídio a polícia militar iniciou uma série de buscas pela região. Lázaro foi encontrado novamente em 31 de julho, no setor de chácaras Quintas das Águas Bonitas, em Águas Lindas. Segundo a polícia ele estava em uma moto e voltou a fugir após avistar viaturas da polícia. Na perseguição, ele perdeu o controle do veículo e caiu, mas ainda conseguiu trocar tiros com policiais do Grupo de Patrulhamento Tático (GPT) e fugiu para dentro de uma chácara. Um helicóptero auxiliou nas buscas pelas matas, mas ele não foi encontrado.
Lázaro só voltaria a aparecer em 8 de abril de 2020, quando ele invadiu uma chácara em Santo Antônio do Descoberto, em Goiás, e golpeou um idoso com um machado, ele foi então indiciado pelos crimes de "roubo mediante restrição da liberdade das vítimas e emprego de arma branca e por tentativa de latrocínio."
Por cerca de um ano Lázaro mais uma vez desapareceu, mas em 26 de abril de 2021 ele invadiu uma casa em Sol Nascente, trancou o pai com o filho no quarto e estuprou a mulher. Em 17 de maio de 2021, invadiu outro sítio no Sol Nascente, onde rendeu e prendeu em um quarto todos os homens da casa, deixou as mulheres nuas e fez com que elas o servissem. Sempre ameaçando eles com facas e armas de fogo.
Em 9 de junho de 2021, Lázaro invadiu um sítio em Incra 9 na cidade de Ceilândia, onde assassinou a sangue frio Cláudio Vidal, de 48 anos, e seus dois filhos, Gustavo Marques Vidal, de 21 anos, e Carlos Eduardo Marques Vidal, de 15 anos. Em sua fuga após o crime, levou com ele Cleonice Marques, de 43 anos, esposa e mãe dos outros falecidos, como sua refém. Antes de ser raptada, Cleonice conseguiu avisar seu irmão sobre a situação por um celular. Seu irmão chegou ao local do crime e logo ligou para a polícia, que iniciou uma força-tarefa. O acontecimento renderia a Lázaro o apelido de "O Carrasco do Incra 9" e o deixaria famoso na mídia.
No dia 10 ele teria invadido outra chácara, e desse vez teria se gabado de seus crimes anteriores, que agora estavam sendo relatados na televisão. Ele forçou suas vítimas a beberem e usarem drogas com ele mas não matou ninguém. No dia seguinte Lázaro roubou um veículo em Ceilândia e dirigiu até Cocalzinho, em Goiás, onde incendiou o carro para dificultar seu reconhecimento. Após o ato, um comparsa teria facilitado a sua fuga.
Lázaro continuou invadindo chácaras, e a polícia acabou encontrando dois esconderijos do assassino, onde foram encontrados os restos mortais de Cleonice, que havia sido sequestrada no dia 9 de junho. No dia 12 ele abriu fogo contra 4 pessoas, ao total, três civis foram feridos e dois ficaram em estado grave. Após balear os residentes do sítio, Lázaro fugiu roubando duas armas do local. Mais tarde, mas ainda no mesmo dia, ele incendiou uma casa e trocou tiros com a polícia, porém, conseguiu fugir do local.
No dia 13 ele furtou um carro e dirigiu por cerca de 30 km, mas o abandonou na BR-070 após avistar uma barreira policial, dando sequência à fuga para uma mata a pé.
No dia 14 um caseiro de Cocalzinho de Goiás disse à polícia que atirou em Lázaro Barbosa após ele falar que ia entrar na casa. No mesmo dia o assassino foi visto pedindo comida aos moradores locais, no dia 16 fez mais três pessoas de reféns, mas fugiu depois de notar helicópteros na área. A polícia se sentiu humilhada pelo fato da casa em questão estar sob a vigilância deles.
No dia 24 de junho o fazendeiro Elmir Caetano Evangelista e o seu caseiro Alain Reis dos Santos foram presos, segundo a polícia eles estavam ajudando Lázaro em suas fugas. Segundo depoimento de Alain à polícia, Lázaro dormiu cinco dias na propriedade de Elmir, além de jantar e almoçar, sendo chamado pelo fazendeiro através de gritos em direção à mata. Elmir, no entanto, segundo a sua defesa, negou tudo e alegou que, ao gritar o nome de Lázaro em direção à mata, estava apenas brincando.
No dia 26, foi revelado pela polícia que Lázaro havia criado um perfil falso no Facebook chamado "Patrik Sousa", provavelmente para acompanhar as notícias do caso. A conta foi criada a partir de um celular roubado, e o criminoso ficou com ele entre os dias 15 e 18 de junho.
Sentindo-se humilhados mais uma vez uma força tarefa foi montada em conjunto com as policias militar, civil e rodoviária federal, com a participação de mais de duzentos homens em incursões para encontrar Lázaro. Os policiais dividiram-se entre estradas importantes da região, onde foram montadas barreiras e ainda ocuparam 34 chácaras da região e realizaram patrulhas pela área de mata onde Lázaro havia se escondido já que, segundo a polícia, ele seria um "mateiro experiente". Até mesmo os bombeiros militares auxiliaram nas buscas por Lázaro, utilizando drones para procurar nas matas. No total acredita-se que mais de 300 pessoas estavam procurando por ele.
O caso acabou virando piada na internet devido ao alto número de policiais e o fato deles falharem repetidamente em prender Lázaro, isso tanto no Brasil quanto no exterior. Vários rumores sobre Lázaro também foram espalhados, alguns sobre crimes que ele nem cometeu e outros sobre qual seria a afiliação política dele. No Facebook, ao menos 346 perfis falsos do criminoso foram criados, pelo menos segundo uma pesquisa realizada em 17 de junho de 2021, vídeos falsos sobre ele também passaram a circular as redes sociais.
Apenas no dia 28 de junho de 2021 o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, anunciou sua prisão. Mas ele havia se enganado, Lázaro não havia sido capturado e sim morto. O criminoso foi localizado na casa da ex-sogra.
Embora esse devesse ter sido o fim da história isso foi de um jeito apenas o começo, após sua morte é que várias teorias começaram a circular, a maioria devido aos "buracos" nas investigações que ficaram sem respostas. Bom, de qualquer jeito esse foi o fim de Lázaro, o Carrasco do Incra 9 não vai mais fazer nenhuma vítima.

Esperamos que tenham gostado desse resumo, agora se não for pedir demais que tal curtir a nossa página oficial em RWF? Assim você fica de olho em nossas melhores matérias todos os dias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário