terça-feira, 6 de abril de 2021

Pessoas que se arrependeram amargamente de suas decisões #2

Você já viu as pessoas mais azaradas do mundo certo? Mas elas tiveram um grande azar, elas não podiam fazer nada a respeito, essas aqui apenas fizeram decisões ruins, muito ruins, tão ruins que até depois de morrer eles devem estar com vergonha. Claro elas poderiam estar na lista das maiores burradas da história, mas o arrependimento delas deve ter sido tanto que elas merecem sua própria lista. Confira.

Conheça Allan Savory, um ecologista que defendeu o abate de elefantes até 1969 com base na ideia de que os animais é quem estavam destruindo seu próprio habitat. Sua pesquisa, que ele afirma ter sido validada por um comitê de cientistas na época, levou o governo a abater aproximadamente 40.000 elefantes nos anos seguintes. No entanto, isso não reverteu a degradação da terra.
Hoje Savory chama sua decisão de matar os animais de "o mais triste e o maior erro da minha vida".

Similarmente nós temos de falar sobre Peter Benchley. Você já viu o filme Tubarão? Provavelmente sim, mas você sabia que ele é baseado em um livro? Um livro escrito por Peter. Um livro que fez com que milhões de americanos achassem que tubarões eram máquinas assassinas impiedosas, um livro que levou a morte e tortura de vários tubarões por pessoas que achavam que eles estavam defendendo suas praias desses predadores terríveis.
Benchley acabou se arrependendo de ter escrito o livro e feito o filme, ele então se tornou um defensor caloroso da conservação marinha, tanto que o prêmio Peter Benchley Ocean Awards foi instituído por Wendy Benchley e David Helvarg em sua homenagem.

John Sylvan é conhecido por apenas uma coisa, ele inventou os famosos "potinhos" de café, que você coloca na máquina para ela fazer sua bebida de forma automática, e ele se arrepende amargamente disso.
O fato é que várias empresas copiaram seu modelo de uma forma ou outra, e como os copos são de plástico e de uso único, isso elevou em muito a poluição ambiental, tudo graças a John, que chegou a admitir que ele não usa esses copinhos em sua vida pessoal e que "eu me sinto mal às vezes por ter feito isso".

Mao Tsé-Tung era um idiota, e se ele nunca se arrependeu de suas decisões, os seus seguidores se arrependeram por ele.
Para acabar com as pragas que eram os pardais, ele mandou seu povo pegar panelas e bater nos animais até a morte. O comunista chinês só se esqueceu que eram os pardais que estavam comendo os gafanhotos, como resultado a população dos insetos cresceu muito, acabando com suas plantações e deixando seu povo com fome. Cerca de 30-60 milhões morreram de fome sob seu governo devido as suas decisões ruins.


Inalchuq era o governador da cidade Khwarazmiana de Otrar, o maluco, sabe-se lá porque, mandou seus homens atacarem a caravana comercial de Genghis Khan, que era famoso por ser um dos maiores conquistadores da história do mundo militar. Mas ao invés de mandar matar Inalchuq, Genghis queria negociar, ele mandou três embaixadores irem falar com o governador pra resolver a situação, foi quando Muhammad II, o Xá de Khwarzem, tomou a péssima decisão de matar um desses embaixadores e mandar os outros dois de volta sem suas barbas como um sinal de humilhação.
Genghis Kahn ficou tão puto da vida que ele montou um exército e destruiu o Império Khwarazmian inteiro. Ele eliminou todas as cidades que tinham lá, chegou até a redirecionar um rio inteiro para varrer a aldeia onde o Xá nasceu, apagando ela do mapa pra sempre.

Thomas Midgley Junior foi um engenheiro mecânico e químico americano, ele provavelmente é mais famoso por ferrar com o meio ambiente, sendo o inventor do clorofluorocarbono e do uso de chumbo na gasolina. O fato é que o idiota acabou se envenenando por acidente, mas não queria admitir seus erros e nunca disse que sua pesquisa com chumbo estava causando sua doença. Em 1940, aos 51 anos, Midgley contraiu poliomielite, que o deixou gravemente incapacitado, ele então planejou não se dar por vencido novamente, o cara inventou um elaborado sistema de cordas e roldanas para se levantar da cama. Em 1944, ele ficou preso no dispositivo e morreu estrangulado.

Robert Ballard é o nome de um dos descobridores do Titanic, ele disse que seu maior arrependimento é que ele e Jean-Lous Michel não trouxeram um pedaço do Titanic com eles quando ele o descobriu em 1985. Na época, eles não trouxeram nada porque não queriam perturbar o naufrágio e o ecossistema que tinha se formado nele. Mas se eles tivessem feito isso, eles teriam sido capazes de reivindicar a propriedade legal do naufrágio de acordo com o direito marítimo internacional e, portanto, teriam mais controle sobre ele. Como eles optaram por não fazer isso, hoje em dia qualquer idiota pode fazer o que quiser com o navio afundado, e acredite, eles estão fazendo.

Ronald Wayne foi co-fundador da Apple junto com Steve Jobs e Steve Wozniak em 1976. Apenas 12 dias após formar a empresa, ele vendeu suas ações por US$ 800. Ele possuía 10% da empresa, que valeriam aproximadamente US$ 80.000.000.000 hoje em dia.

Alcibíades foi considerado um traidor em Atenas por levar seus homens à morte, um traidor em Esparta porque ele conseguiu que a rainha traísse o rei com ele mesmo, e um traidor na Pérsia depois de incluí-los em uma guerra que eles não queriam fazer parte. Vida difícil a sua meu amigo.

Napoleão Bonaparte não poderia estar de fora dessa lista, como nós dissemos na primeira parte dessa matéria ele cometeu o mesmo erro que Hitler viria a cometer anos depois, ele tentou invadir a Rússia, só que ele fez isso no inverno.
Em junho de 1812, Napoleão invadiu a Rússia com um dos maiores exércitos já reunidos para a batalha, e ele estava tão confiante de sua vitória iminente que ele apostou que a guerra "não duraria mais do que 20 dias". Além da temperatura abaixo de zero o exército de Napoleão ainda sofreu com fome, piolhos e tifo. No fim Bonaparte foi "educadamente" escoltado pra fora do país pelos russos, que provavelmente já estavam com dó dele e seus homens.

Raymond "Benzino" Scott é um rapper e produtor musical estadunidense, ele não era o rapper mais bem sucedido do mundo, mas tinha sua própria revista sobre o assunto, onde ele criticava o álbum de outros rappers, com um deles sendo Eminem.
Além de dar nota ruim aos álbuns do cantor, Benzino chegou a chamar ele de "Vanilla Ice de 2003". Claro que no fim ambos os artistas começaram a brigar, o que fez com que Eminem acabasse com a carreira musical de Benzino, tanto que hoje em dia ele só é conhecido por sua briga com o rapper mais bem sucedido da história, até mesmo sua Wikipédia diz "Raymond "Benzino" Scott (Boston, 24 de outubro de 1964) é um rapper e produtor musical estadunidense. Ele é mais conhecido por se envolver em uma rivalidade pública com o cantor Eminem."

Esperamos que você tenha curtido a matéria, não deixe de visitar nosso facebook e nos seguir por e-mail. obrigado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário