quinta-feira, 15 de abril de 2021

Conheça o significado por trás de máscaras famosas

Você já deve ter visto uma máscara, mas você sabia que algumas delas tem um significado por trás? Provavelmente não, mas você vai conhecer alguns deles agora mesmo. Confira e se entretenha!

Provavelmente a máscara mais famosa do mundo atual, usada por hackers e ativistas políticos, é essa aqui, mas você sabe o que ela representa? Ou de quem é essa máscara? Pois ela é a máscara de Guy Fawkes, um nome que você nem deve conhecer.
Fawkes se converteu ao catolicismo ainda jovem e partiu para a Europa continental, onde lutou pela Espanha católica na Guerra dos Oitenta Anos contra os reformadores protestantes holandeses nos Países Baixos. Ele viajou para a Espanha em busca de apoio para uma rebelião católica na Inglaterra, mas não teve sucesso. Mais tarde ele conheceu Thomas Wintour, com quem voltou para a Inglaterra. Wintour o apresentou a Robert Catesby, que planejava assassinar o Rei Jaime I e restaurar um monarca católico ao trono. Os conspiradores alugaram um subsolo sob a Câmara dos Lordes e Fawkes foi encarregado da pólvora que eles armazenaram lá, mas as autoridades foram avisadas por uma carta anônima a vasculhar o Palácio de Westminster durante as primeiras horas de 5 de novembro e encontraram Fawkes guardando os explosivos. Ele foi interrogado e torturado nos dias seguintes e confessou querer explodir a Câmara dos Lordes. Imediatamente antes de sua execução no dia 31 de janeiro de 1606, Fawkes caiu do cadafalso onde seria enforcado e quebrou o pescoço, evitando assim a agonia de ser enforcado e esquartejado. Ele se tornou sinônimo da Conspiração da Pólvora, cujo fracasso vem sendo comemorado no Reino Unido como Noite de Guy Fawkes desde 5 de novembro de 1605, quando sua efígie é tradicionalmente queimada em uma fogueira, comumente acompanhada de fogos de artifício.
Hoje em dia sua máscara virou sinônimo de rebelião, principalmente rebeliões politicas, mas ela ficou famosa mesmo foi por ser usada pelo personagem V na HQ 
V for Vendetta, escrita por Alan Moore e desenhada em grande parte por David Lloyd.

Ás máscaras do carnaval veneziano, que é o carnaval original, são usadas até hoje em eventos, seu maior significado era um tipo de protesto contra a separação do povo por classes econômicas.
Basicamente nos tempos antigos pessoas ricas não podiam ter relações amorosas com pessoas mais pobres, já que casamentos normalmente eram feitos por motivos políticos e não por amor, mas durante o carnaval o povo colocava essas máscaras e essas desigualdades sociais desapareciam, os pobres podiam interagir e flertar com os ricos sem problemas, porque nesse dia todos eram iguais.

Essa caveira enfeitada representa o Dia de los Muertos, um dos maiores feriados mexicanos do ano. As máscaras são usadas como como uma forma de homenagear o falecido e reconhecer a morte como parte natural da vida.

As Dinagyang são máscaras filipinas, elas são usadas pra representar o festival de Dinagyang, cujo significado é religioso. Basicamente a data comemora a cristianização dos indígenas e respeito ao Santo Menino. Mesmo assim muitos filipinos nem sabem o que eles estão comemorando.

As máscaras Festima simbolizam seu espirito animal ancestral, elas vieram da cultura africana, onde muitos dos locais acreditavam que quem usasse a máscara iria absorver as características do que ela representasse.

Pode até parecer que as máscaras dos diablos danzantes estão celebrando o inferno ou algo do tipo, mas seu significado é exatamente o oposto, essas máscaras são usadas para representar a vitória do bem sobre o mal. Eles costumam demorar um ano inteiro para fazer essas máscaras a mão.

Essa máscara de um pássaro assustador era na verdade uma máscara usada por médicos durante epidemias, principalmente a da peste bubônica. Esses médicos eram contratados pelas cidades para tratar pacientes infectados independentemente da classe social deles. Mas eles tinham uma reputação mista, isso porque embora muitos realmente quisessem ajudar o povo, outros cobravam dos pacientes e de suas famílias taxas adicionais por "tratamentos especiais" e curas falsas. Em muitos casos esses "médicos" nem eram médicos ou cirurgiões de verdade, em um caso documentado um deles era na verdade um vendedor de frutas.
A verdade é que os médicos da peste raramente curavam os pacientes, eles estavam lá apenas para registrar o número de mortos e o número de pessoas infectadas para fins demográficos. Por isso sua máscara, que deveria ser um símbolo da medicina, virou um símbolo de morte e doenças.

Essas máscaras coloridas são na verdade parte da herança cultural dos nativos americanos, elas eram usados ​​durante cerimônias, dadas como presentes, e cada uma era feita à mão. As máscaras eram criadas em homenagem a um animal, que representava certas ideias nativas americanas, como espíritos, status e características pessoais.
Infelizmente, porém, seu significado foi praticamente esquecido hoje em dia, elas são muito vendidas como máscaras da Halloween pra quem quiser comprar.

A máscara de Hannya ainda é uma das mais populares no Japão, elas eram comumente usadas por atores no teatro japonês, o que fez com que elas caíssem no gosto popular do ocidente, principalmente em festivais. Mas o que ela representa? Essa máscara é usada para representar os sentimentos humanos, como a paixão, ciúme e ódio, já que todos eles seriam capazes de transformar homens e mulheres em um terrível monstro.

E falando em Japão nós temos essa meia máscara bigoduda chamada de menpō. Embora para você ela possa parecer meio ridícula ela já foi um símbolo de lealdade, honra e força, isso porque elas eram na verdade usadas por samurais como parte de sua armadura. 

Você provavelmente acha que essa máscara representa os Faraós egípcios não é mesmo? Mas elas representam apenas um deles. Essa é a máscara de Tutancâmon, uma máscara de ouro do antigo faraó egípcio Tutancâmon da 18ª dinastia que reinou de 1332 até 1323 aC. Essa máscara foi descoberta por Howard Carter em 1925 na tumba KV62 no Vale dos Reis, e agora está no Museu Egípcio no Cairo. Ela acabou se tornando um símbolo de poder, mistério e riqueza.
Mas mesmo ela pertencendo ao Faraó, ela na verdade representa Osiris, o deus egípcio da vida após a morte, e também pode ser usada para representar a longevidade.

Esperamos que vocês tenham gostado, se você gosta de matérias interessantes não deixe de curtir nossa página oficial, ativar nossas notificações ou apenas nos seguir por e-mail.

Nenhum comentário:

Postar um comentário