quarta-feira, 5 de agosto de 2020

Novidades sobre a série live action de The Last of Us

O game The Last of Us Part II foi no mínimo divisivo entre os fãs da série, muitos dizem que este é um dos melhores games do PS4, enquanto outros dizem que ele foi um desperdício de tempo completo. Mas isso não parece ter afetado em nada os planos de fazer uma série de televisão baseada na franquia. Craig Mazin, o produtor da série em desenvolvimento pela HBO, garantiu que a adaptação "fará jus" ao jogo da Naughty Dog lançado para PS3 em 2013.
Em participação no especial de Chernobyl da BBC Radio 5, Mazin, criador da ótima série sobre o desastre nuclear de 1986, explicou como o projeto no qual ele trabalha com Neil Druckmann (roteirista e produtor dos games) está se desenvolvendo, garantindo que a série na verdade expandirá os acontecimentos do jogo.
"Acredito que os fãs de algo se preocupam quando a licença de uma propriedade é passada adiante porque as pessoas podem não entender a obra. Neste caso, estou trabalhando com o cara que fez o original e, portanto, as mudanças que estamos fazendo foram pensadas para preencher lacunas ou expandir, nunca diminuir, mas, sim, melhorar.
Estamos criando e reimaginando o que já existe para apresentar em um formato diferente. É como um sonho se tornando realidade para mim. Estou um pouco assustado, porque emoções ligadas ao games são intensas. Acho que vou me esconder em um bunker temporariamente porque não se pode agradar a todos".
Pouco após o anúncio da adaptação de The Last of Us pela HBO, Mazin prometeu que Ellie continuaria sendo uma personagem gay na série. Ele também chegou a dizer que o seriado na verdade substitui o filme anunciado pela Sony em 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário