terça-feira, 7 de janeiro de 2020

Técnicas de sobrevivência bizarras, mas que são usadas mesmo assim

Sério, ás vezes parece que sobreviver na natureza pode ser pior do que a outra opção. Confira agora algumas das coisas mais bizarras que você pode fazer quando sua vida está em perigo. E depois curta o nosso facebook para mais matérias interessantes como essa.

Está perdido na floresta e para piorar você está com fome? Coma um belo de um cocô de urso. O que acontece aqui é que ursos não conseguem digerir tudo aquilo que eles comem, em outras palavras em suas fezes ainda estão muitos pedaços de frutas que eles comeram mas não digeriram, e você pode aproveitar essas frutas para se alimentar.

Essa aqui já é batida mas ainda vale a pena ser mencionada, se você está perdido e com sede, beba a sua urina. Mas você não pode simplesmente sair bebendo qualquer urina, o segredo dessa técnica bizarra é que você deve beber seu xixi enquanto ainda está hidratado, se o xixi estiver com cheiro forte e uma cor muito amarelada, não vale mais a pena beber ele.

Está se afogando e não tem um coleta salva-vidas? Tire as suas calças, amarre as pernas com um nó e balance a calça até o ar entrar e ficar preso dentro dela. Depois é só colocar ela em volta de seu pescoço e pronto, um colete salva-vidas 100% improvisado mas que pode fazer toda a diferença. 
Embora seja estranha essa técnica é tão boa que soldados ao redor do mundo aprendem ela em seu treinamento básico.

Achou comida mas não sabe se ela é venenosa ou não? É pra isso que existe o Teste Universal de Edibilidade, para te ajudar a descobrir se aquilo é comestível, ou se vai ser a última coisa que você vai comer.
O primeiro passo é cheirar, normalmente tudo que faz mal ao ser humano tem um cheiro diferente do que você está acostumado. O segundo passo é esfregar o alimento em sua pele, caso seja venenoso depois de 15 minutos sua pele deve ficar vermelha, com bolhas ou até mesmo dormente. Depois você esfrega ele em seus lábios e depois o coloca em sua boca, mas sem engolir. Depois você come apenas pequenas porções dele. Se o alimento passou todos os testes e você ainda não morreu, pode comer a vontade.

Não tem muita água mas está com sede? Coloque a água em sua boca, mas não engula ela, e fique assim por horas. 
Essa técnica é muito usada por povos que tem de cruzar desertos, a água em sua boca diz ao seu corpo que você está se hidratando, diminuindo a sede por um tempo, mas o efeito é apenas ilusório, se você não beber água logo seu corpo entrará em colapso e você vai morrer.

E falando em deserto, outra técnica que pode soar estranha é essa aqui: se estiver perdido e sem água, passe fome. 
O que acontece é que comer causa sede, então se você não tiver muita água disponível a melhor opção é passar fome mesmo. Uma pessoa normal pode sobreviver 3 semanas sem comida, mas apenas 3 dias sem água.

E ainda no deserto nós temos essa outra regra aqui: sempre fique de boca fechada.
Ficar de boca aberta faz com que você perca a umidade dela, o que faz sua boca ficar seca, o que lhe causa sede, o que lhe faz beber água, o que faz sua água acabar mais rápido, o que te leva a morte. Então lembre-se, é melhor ficar de boca fechada.

Quer pescar mas não tem ferramentas, cuspa na água, isso é chamado de "spit fishing" ou em nossa língua "pesca com cuspe". O que acontece nesse caso é que peixes menores tendem a pensar que seu cuspe é um alimento, eles então se aproximam da superfície para comer ele, dando chance a você de capturar um deles mais facilmente.

Está preso em um lugar gelado? A primeira coisa a fazer é sempre se aquecer, e para isso nada melhor do que fogo, mas como fazer ele? Acredite ou não dá para se fazer fogo com gelo puro.
Pegue um pedaço de gelo que se assemelhe com uma lente e use ele para "mirar" os raios de sol em algo que possa queimar, o conceito é o mesmo de usar uma lupa para queimar algo. 


Está perdido e não tem uma bússola? Use seu relógio... se ele for de ponteiros é claro. Um truque muito usado por militares e instrutores de sobrevivência é como transformar os ponteiros de seu relógio de pulso em uma bússola improvisada.
Para fazer isso segure o relógio horizontalmente e aponte-o para que o ponteiro das horas fique na direção do Sol. No ponto central entre o 12 e o ponteiro das horas está sua linha norte/sul, com o norte voltado mais para o ponteiro. Mas isso só funciona no Hemisfério Norte, e durante o horário de verão, você usaria o 1 em vez do 12 para determinar a linha central. 
Agora se você estiver no Hemisfério Sul, onde fica a maior parte do Brasil, coloque o 12 diretamente na direção do Sol, e a linha norte/sul ainda cortará diretamente entre o ponteiro das 12 e as horas, mas o norte estará mais próximo do Sol dessa vez, e não do ponteiro.

Se você for caçar algo, não se esqueça de beber o sangue também, isso é mais uma técnica ensinada no mundo militar. 
Em casos onde você não tem nenhuma outra opção, beber sangue pode te ajudar a ganhar alguns minerais e proteínas, mas não vai te ajudar com a desidratação. E para piorar você pode contrair vírus e doenças em geral do sangue se ele não estiver limpo, então isso só deve ser usado como último recurso mesmo. 

Outra técnica muito usada para iludir a sede é chupar uma pedra. Chupar pedras causa salivação, o que engana seu corpo e diminui o desconforto da sede por um tempo, mas como você não está se hidratando de verdade ela é meia inútil para te manter vivo, ela apenas te deixa mais confortável.


Absorventes internos podem virar instrumentos de pesca improvisados, amarre a embalagem em volta do absorvente com um pouco de linha ou algodão e deixe um pouco de ar dentro para que ele flutue, peixes vão ver ele boiando e o absorvente vai funcionar igual qualquer isca funcionaria.
Se você tiver um aplicador você também pode colocar algodão dentro dele e usa-lo como um canudo, assim você não engole coisas como pedras pequenas que estão na água porque elas vão ficar presas no algodão.


Camisinhas são consideradas uma das melhores ferramentas de sobrevivência já criadas, primeiro você pode encher elas com água, cada camisinha de tamanho normal pode carregar até 2 litros de líquidos, isso porque elas são elásticas e podem se expandir facilmente.
Além disso elas podem ser usadas como luvas de borrachas em caso de ferimentos, elas também podem ser cortadas e usadas como torniquetes em caso de emergências.


Essa aqui pode parecer óbvia mas ainda tem gente que não leva ela a sério, se estiver perdido coma insetos, coma larvas, coma aranhas e tudo que for pequeno e fácil de pegar. 
Caçar insetos gasta muito menos energia do que caçar animais maiores, e eles são cheios de proteínas, gorduras boas, minerais e antioxidantes. É nojento, mas pode salvar sua vida.


Você viu acima como alguém pode comer fezes de urso para sobreviver, mas não é só pra isso que serve o cocô dos animais. 
Cada animal tem um tipo de fezes diferente, e algumas delas tem usos que você nem imagina, o cocô do camelo por exemplo é tão seco, mas tão seco, que beduínos usam ele para fazer fogo, já o do elefante é o contrário, ele é super molhado, o que quer dizer que você pode beber ele! Basta espremer as fezes até a água sair dela e ir direto a sua boca. Fezes de elefante tem poucas bactérias e a desidratação te mataria mais rápido do que elas de qualquer jeito.


Essa técnica bizarra na verdade ficou famosa por causa de uma cena de Star Wars. Se você estiver em um lugar muito frio, abra um animal morto e fique dentro dele, isso vai salvar sua vida porque dentro do cadáver é muito mais quente e protegido dos elementos do que o lado de fora.

Esperamos que tenha gostado, se a resposta for sim, curta o nosso facebook e ajude o nosso site a crescer cada vez mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário