terça-feira, 18 de junho de 2019

Os legumes mais estranhos do mundo

Depois de você ter visto as 13 frutas mais bizarras do mundo, é justo você conferir quais são alguns dos legumes mais diferentes que existem por aí. Você teria coragem de provar?

O romanesco impressiona por seu formato único, originário da Itália o legume é na verdade da mesma família do couve-flor, brócolis, repolho e a couve-de-bruxelas. 
Alguns descrevem o seu sabor como uma mistura de brócolis e couve-flor com um toque de nozes.

Essa batata doce é praticamente igual todas as outras batatas doces, exceto que ela é completamente roxa. Nativas do Japão elas também são um grande sucesso no Havaí. 
O vegetal é uma boa fonte de vitaminas A e C e na medicina alternativa a batata tem sido usada como um laxante, vermífugo, para febre, gonorreia, lepra, tumores e até mesmo hemorroidas inflamadas. 

Salicórnia é na verdade uma espécie de suculenta, mesmo assim ela é muito usada em saladas ao redor do mundo. Originalmente elas eram chamadas de "sampiere", uma combinação do francês "Saint Pierre", o santo padroeiro dos pescadores, isso porque todas as plantas crescem em regiões rochosas pulverizadas de sal ao longo do mar da costa do norte da Europa ou nas suas áreas de pântanos costeiros. Às vezes ela é chamado de "espargos do mar" ou "picles do mar" por causa disso.
Seu gosto é salgado e ela tem uma textura crocante, pode ser servida como aperitivo.



Rabanete é comum, mas o rabanete preto é mais raro. Esse vegetal é mais encontrado na Europa, mas também pode ser encontrado nos Estados Unidos em supermercados especiais ou mercados de agricultores locais. 
Eles têm um sabor e aroma muito picantes, semelhante a um rabanete, tanto que algumas pessoas só comem eles com manteiga para suavizar o gosto do legume.


Broto de samambaia, um legume que vem em um formato único encaracolado, eles devem sempre ser cozinhados antes de consumidos, seu gosto é uma mistura de aspargos com nozes.


Essas coisinhas são cebolas, conhecidas como ramps elas são uma forma de cebola selvagem e são particularmente populares entre os chefs. 
Parte de sua popularidade parece brotar da curta temporada do vegetal e do fato de que as ramps são uma das primeiras hortaliças a nascerem na primavera. 


O dulse é na verdade um tipo de alga que se gruda às rochas à medida que cresce. Dulse é usado frito ou fresco em uma variedade de alimentos, como sopas, e tem um sabor salgado. 
O vegetal tornou-se particularmente popular porque contém níveis significativos de ferro, potássio e ácidos graxos ômega.


A couve-rábano, também chamada de nabo alemão, tem um formato diferente do resto de sua família, a camada externa do vegetal é resistente e precisa ser removida antes que você possa comer. Há também uma camada fibrosa abaixo disso que precisa ser descascada. Depois disso, a parte interna pode ser usada crua ou cozida em vários pratos. 
Algumas abordagens para o uso de couve-rábano incluem cortá-lo para saladas, além de assar ou fritar o vegetal.


O salsify é um vegetal que tem a infeliz sorte de se parecer com um galho seco. Surpreendentemente quem comeu disse que ele tem um sabor ligeiramente semelhante ao de uma ostra cozida, o que lhe rendeu o apelido de "planta de ostra". 
O vegetal pode ser comido de várias maneiras, incluindo frito, cozido e amassado, e pode ser adicionado a muitas refeições diferentes como ensopados, saladas e sopas.


O tomatillo é considerado um ingrediente básico na culinária mexicana e também é comum nos Estados Unidos, ele é ao mesmo tempo uma fruta e um legume. O sabor pode variar consideravelmente, com alguns sendo suaves e doces, enquanto outros têm um sabor azedo. 
Enquanto eles podem ser comidos crus, tomatillos são mais comuns em receitas, como salsa ou assados, o que suaviza o sabor da fruta, suas folhas podem ser usadas separadamente em saladas e sopas.


Enquanto os aspargos verdes tendem a ser comuns, os aspargos brancos são uma iguaria mais rara, eles são semelhantes no sabor aos aspargos normais, embora possam ser um pouco mais leves, e tem um formato... "peculiar". 
A diferença de cor vem da forma como a planta é cultivada, sem ser exposta à luz solar, por isso não é realmente uma espécie diferente ou variedade de vegetais, ela é apenas rara e estranha.


Este vegetal incomum tem alguns nomes diferentes e é particularmente comum na Nova Zelândia, onde é simplesmente conhecido como inhame, mesmo que não seja um inhame de verdade. 
A oca é uma fonte particularmente alta de carboidratos e energia, elas são comumente assadas, como uma batata, mas também podem ser grelhadas, fritas ou até mesmo adoçadas e comidas cruas. 


Apesar do nome, as nozes-de-tigre não são realmente nozes, elas são um tipo de tubérculo, embora eles tenham um sabor ligeiramente terroso. Elas fazem uma boa alternativa para nozes como um lanche porque muito poucas pessoas são alérgicas a elas, além disso também tendem a ser ricas em fibras.


O aipo-rábano é um bom exemplo de um vegetal feio, mas também é um vegetal surpreendentemente saboroso segundo quem provou. O aipo-rábano tem uma longa história na Europa e é freqüentemente usado em saladas e em pratos cozidos. O vegetal é uma alternativa fantástica para as batatas nas refeições e pode ser preparado de forma semelhante. 
A vantagem desta escolha particular é que, ao contrário das batatas, o aipo rábano quase não contém amido.


Como você provavelmente já pode dizer, o nopal é um tipo de cacto. Especificamente, o nome refere-se a cactos do gênero Opuntia, embora isso abranja um grande número de espécies diferentes. 
Nopal é comum em comida mexicana, em receitas como ensopados, sopas e saladas, embora também seja freqüentemente comido cru (com os espinhos removidos é claro). 
Algumas pesquisas também analisaram a planta por seu potencial no papel do controle da diabetes, embora sejam necessárias mais pesquisas na área para poder afirmar algo conclusivo.


Essas são as cenouras-dragão, elas tem um sabor complexo que mistura um gosto picante e doce. Como as cenouras normais, as cenouras-dragão são fáceis de cultivar e as sementes se tornaram relativamente fáceis de encontrar hoje em dia.


A perilla vermelha é uma erva japonesa conhecida por suas folhas serem aromáticas. Ela também tem uma longa história de uso na medicina tradicional e como parte do chá, embora agora seja usada em muitos pratos japoneses modernos. 
A erva é especialmente útil como um tempero e é frequentemente usada no lugar de manjericão para cozinhar. A aparência física da erva também torna ela popular como uma planta ornamental, especialmente porque a perilla tem um cheiro agradável e é fácil de cultivar.


O alho-poró-chinês é outro vegetal que tem um formato incomum. Como o nome sugere, o legume tem um sabor semelhante ao de um alho. Este vegetal pode ser usado em qualquer prato que você usaria cebolinha e alho.


Essa coisa que parece um pepino gigante é na verdade um melão do inverno, chamados no Brasil de abóbora-d'água, seu nome vem do fato de que esse é um dos únicos vegetais do mundo a crescer no frio do inverno.
Os melões também são grandes, chegando a pesar mais de 13 Kg quando estão completamente maduros, e muitas vezes são vendidos pela fatia por causa disso.


Essa coisa que mais parece capim é o espinafre-d'água-chinês. As hastes do vegetal são ocas e são fáceis de mastigar e digerir cru sem problema. A melhor maneira de preparar o vegetal é fritá-lo.


A raiz-do-lótus tem de ser um dos vegetais mais estranhos do mundo, eles parecem biscoitos que foram cortados com um molde. A raiz é uma boa fonte de vitaminas e minerais valiosos, o que pode torná-la uma adição valiosa à dieta humana. Muitas vezes ela é frita e servida como aperitivo.


Esse é o melão-de-são-caetano, ele vem em vários formatos diferentes, mas todos são estranhos, além disso ele vem em várias cores como verde, amarelo, laranja e verde escuro.


E como bônus nós temos a calabash, que é uma fruta interessante, quando jovem ela pode ser colhida e usada como uma leguminosa qualquer. Esse uso é comum em várias culturas diferentes, inclusive na culinária chinesa, no Paquistão e no Vietnã. 
No entanto, quando a fruta está completamente amadurecida a história é outra, ela geralmente é seca e usada como uma garrafa. Na verdade ela é mais utilizada para fazer garrafas do que para ser comida.

Não deixe de curtir o nosso facebook em Real World Fatos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário