quinta-feira, 4 de abril de 2019

17 Brinquedos perigosos que eram vendidos antigamente

O conceito do que é socialmente aceitável muda com o tempo (se não acredita basta ler nossa matéria sobre costumes estranhos que nossos antepassados tinham), e isso inclui o que nós damos para nossas crianças brincar.
Confira agora alguns dos 17 brinquedos mais perigosos do mundo mas que eram vendidos antigamente em qualquer loja.

Conheça o Gilbert U-238 - Laboratório de Energia Atômica, pelo nome você já deve saber de onde veio o perigo não é?
O brinquedo era um conjunto de laboratório infantil produzido por Alfred Carlton Gilbert, que era um atleta americano, mágico, fabricante de brinquedos e homem de negócios. 
O Laboratório de Energia Atômica foi lançado pela A. C. Gilbert Company em 1950. A intenção do kit era permitir que as crianças criassem e observassem reações nucleares e químicas de verdade. O problema é que o brinquedo não era um brinquedo, ele vinha com material radioativo de verdade.
Pais estavam literalmente comprando radioatividade enlatada para seus filhos. Na época Gilbert disse que o brinquedo era completamente seguro, mesmo assim pouco menos de 5.000 cópias foram vendidas. Gilbert, ao invés de culpar o brinquedo, disse que ele não vendeu porque as crianças não tinha inteligencia suficiente para apreciar ele.

Devido a fama da Barbie muitos pais nem se quer se preocupam com a segurança de seus filhos na hora de comprar uma boneca da marca, mas os pais que compraram a Barbie Patinadora tiveram uma surpresa.
Basicamente os patins da boneca vinham com fagulhas para dar um efeito especial, não precisa nem dizer que fagulhas não é algo que os pais normalmente querem seus filhos brincando.


As Sky Dancers eram bonecas lançadas em 1994 que voavam quando as pessoas davam corda nelas, suas asas eram feitas de um material macio, mas aparentemente não macio o suficiente.
Em 2000 as bonecas foram recolhidas das lojas depois de 100 acidentes serem reportados ao fabricante. As asas cortavam os rostos das crianças.
Em 2006 elas foram relançadas com um design mais seguro.

A Aqua-Leisure é uma fabricante de brinquedos aquáticos, incluindo boias que ajudavam as crianças mais novas a nadar. Mas nem tudo era como a fábrica dizia que era.
Algumas de suas boias vieram com defeito de fabricação que levavam elas a virar na água prendendo as crianças debaixo d'água, e as crianças que estavam usando elas obviamente se afogavam. 
Como a fábrica sabia disso mas não falou nada eles foram multados em $650,000 em 2012.

Dardos e crianças não são uma boa combinação, mesmo assim qualquer pai podia comprar um conjunto deles em lojas de brinquedo. Não precisa nem dizer que as coisas não acabaram bem.
Devido a ponta de metal o brinquedo era altamente letal, ele levou a diversos ferimentos e até a morte de crianças. Sem contar que ás vezes elas podiam jogar eles nos pais, ou em animais domésticos.


As famosas armas de chumbinho já causaram muitos problemas com o passar dos anos, pra começar elas machucam de verdade, o que levou a vários ferimentos de todos os tipos, além disso as crianças usavam elas para matar animais domésticos ao brincar de caçadores. 
Para piorar ainda mais elas são muito parecidas com armas de verdade o que levou a policia acidentalmente matar várias crianças que estavam "armadas" com o brinquedo.
Muitos ainda acham que as arminhas são uma apologia a violência e que crianças não deveriam usar elas. De qualquer maneira parece que elas vieram pra ficar.


A Metal Ware lançou esse forninho direcionado a meninas para ajudá-las a aprender a cozinhar e assar como uma boa dona de casa. O problema é que eles não eram de brinquedo.
Considere que os fornos regulares têm um limite de 550 graus Fahrenheit, mas essas versões de tamanho infantil podiam atingir temperaturas de 600 graus Fahrenheit.


Quando você pensa em um brinquedo infantil você pensa em cacos de vidro? Calor extremo? Objetos pontiagudos? Vidro fundido? 
Bom, nos anos 50 essas características eram sinônimo de brincadeira de criança. O Kit de Sopro de Vidro era mais uma crianção da infame A.C. Gilbert Company, que parece que estavam tentando mais machucar crianças do que tudo.
O brinquedo deixava as crianças se divertirem ao esquentar um pedaço de vidro e depois quebrar eles.


Nos anos 60 a Mattel lançou os Creepy Crawlers, eles eram um "brinquedo de moldagem" que permitia que as crianças despejassem um polímero plastificado em um molde especial, aquecessem o molde, esfriassem e tirassem do molde uma criação que parecia um inseto.
O problema é que esse polímero aquecido causava queimaduras intensas quando caiam na pele das crianças, para piorar o vapor deles era tóxico.
Nos anos 70 eles saíram do mercado por questões de segurança.


Essas bolinhas da Aqua Dots quando borrifadas com água colariam em qualquer formato que sua mente pudesse criar. 
Bonito, colorido e divertido, certo? Exceto que elas eram tóxicas quando ingeridas, e que a cola realmente era metabolizada em gama-hidroxibutirato. 
GHB é a droga que as pessoas colocam em bebidas para estuprar elas.


Sky Rangers Park Flyer eram aviões de brinquedo com controle de rádio, o problema é que eles eram mini-bombas que explodiam quando lançados.
Para piorar ainda mais eles eram lançados a mão, então era provável que eles explodissem as mãos das crianças.
A fabricante Estes-Cox recebeu 45 relatórios de aviões explodindo, incluindo 22 relatos de consumidores que experimentaram dor temporária na orelha ou audição sendo afetada, cinco relatos de pequenas queimaduras nas mãos, rostos ou olhos, dois relatos de impacto no peito de detritos, dois relatos de ferimentos nos olhos e um relatório de uma mão cortada. Um consumidor até foi obrigado a procurar atendimento médico por ardor nos olhos.
Nem precisa dizer que o brinquedo foi retirado das prateleiras imediatamente para evitar ações legais contra a empresa.


Os Moon Shoes (Sapatos Lunares) eram mini-trampolins colocados nos sapatos das crianças para parecer que elas estavam andando na gravidade baixa da Lua. 
Depois de muitos tornozelos quebrados, torções e escoriações, os pequenos perceberam que eles não queriam mais ser astronautas.


CSI: Investigation Forensics Lab Kit era um brinquedo onde crianças deveriam investigar cenas de crimes em miniatura. Se o conceito não fosse bizarro o suficiente a coisa piorava, e muito. 
Estes kits continham amianto, eles continham até 7% de tremolita apenas em seus kits de impressão digital, um grande problema por causa do óbvio risco de câncer.


Todo o propósito da "pistola de sopro" era enfiar o tubo na boca e assoprar. No entanto, se você inalar primeiro os dardos iriam parar na sua própria garganta. 


Os Snacktime Cabbage Patch Kids tinham mandíbulas mecânicas, de modo que eles "comiam" tudo o que lhes era dado.
Mas aquelas mandíbulas não sabiam a diferença entre comida falsa e dedos ou cabelos, eles simplesmente continuavam mastigando independentemente do que estava em suas bocas mecânicas.


Esta era uma pequena arminha que ficava escondida na fivela do seu cinto. Além da apologia a violência elas também explodiam,  queimando as crianças, principalmente sua área genital.

As edições de 2006 das bonecas Polly Pocket tinham roupas e acessórios magnetizados, permitindo que as meninas mudassem suas roupas e as fizessem de maneira diferente. 
Parece seguro o suficiente. Exceto que os ímãs eram pequenos o suficiente para comer, ou para usar como brinco magnetizado ou anel de nariz, o que levava a incidentes de ingestão acidental. 
O problema significativo com tudo isso é que quando dois ou mais ímãs entram em seu sistema, eles tentam se encontrar, assim como fariam em qualquer outro lugar. Para fazer isso, eles vão rasgar qualquer tecido ou órgão que atrapalhe.

Espero que tenha curtido a matéria, não deixe de vir conhecer (e curtir) nossa página no facebook em Real World Fatos

Nenhum comentário:

Postar um comentário